Notícias

Helicóptero fotografa as casas submersas pela água no rio grande do sul

Polícia Investiga Fake News sobre Enchentes no RS

Polícia Investiga Fake News sobre Enchentes no RS Polícia Investiga Fake News sobre Enchentes no RS. A Polícia Civil do Rio Grande do Sul iniciou oito investigações para combater a disseminação de notícias falsas relacionadas às recentes enchentes que assolaram o estado. Polícia abre 8 investigações para apurar divulgação de fake news sobre enchentes no RS, uma medida que reflete a seriedade com que as autoridades estão tratando o fenômeno das fake news, especialmente em situações de crise. Ação Rápida para Proteger a População Diante do caos provocado pelas enchentes, a rapidez na resposta policial é essencial. Apesar disso, a propagação de informações falsas representa um obstáculo adicional aos esforços de resgate e assistência às vítimas. O Impacto das Fake News em Situações de Emergência Informações incorretas podem ter consequências fatais em emergências. No entanto, a polícia está determinada a identificar e responsabilizar os indivíduos por trás dessas ações prejudiciais. Educação e Conscientização como Ferramentas de Combate Além das investigações, há um esforço contínuo para educar o público sobre como identificar e evitar a propagação de notícias falsas. Contudo, a batalha contra as fake news é complexa e requer a colaboração de toda a sociedade. Em conclusão, a decisão da polícia de abrir investigações é um passo crucial para preservar a integridade da informação em tempos de crise. Polícia abre 8 investigações para apurar divulgação de fake news sobre enchentes no RS, um ato que reforça o compromisso das autoridades com a verdade e a segurança pública. Mas, por isso, é fundamental que cada cidadão se torne um agente ativo na luta contra a desinformação.

Leia Mais

Entrevista recordista de Lula no Flow é marcada por mentiras e fake news

Por Bruno Giovanni Em entrevista ao Flow Podcast nesta terça-feira (18), o candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, deu declarações enganosas ao comentar legados da gestões petistas.Não é verdade, por exemplo, que a fome foi totalmente erradicada ou que 90% das categorias profissionais tiveram reajustes acima da inflação. O ex-presidente também distorceu o sentido de uma fala do presidente Jair Bolsonaro (PL): diferentemente do que sugeriu o petista, o mandatário não admitiu em entrevista que precisa mentir para governar. Veja algumas fake news ditas pelo petista: [O Brasil foi o último] a dar voto para mulher. A declaração é FALSA porque, só na América Latina, ao menos quatro países legalizaram o voto feminino depois do Brasil, que passou a dar direito ao voto para as mulheres de maneira facultativa em 1932. Depois, esse direito foi garantido pela Constituição Federal de 1934, e regulamentado pelo Código Eleitoral de 1935, que definiu o voto obrigatório para mulheres. Peru e México, por exemplo, só legalizaram o voto feminino 20 anos depois do Brasil, em 1955. Na Argentina, as mulheres conseguiram o direito de votar somente em 1947. Já no Chile, o sufrágio universal foi estabelecido em 1949, mas o direito de votar em eleições municipais havia sido promulgado em 1934. [O Brasil é] O maior produtor de proteína animal do mundo. A declaração é falsa porque, de acordo com o último relatório da FAO, agência da ONU para a alimentação e a agricultura, o maior produtor de proteína animal do mundo atualmente é a China. Segundo o documento, o país asiático produziu 79,3 mil toneladas de carnes em 2020 e 91,8 mil toneladas em 2021, último dado disponível. Em segundo lugar estão os Estados Unidos, com uma produção de 48,7 mil toneladas em 2020, e de 48,8 mil toneladas em 2021. O Brasil aparece na terceira posição, com 29,1 mil toneladas em 2020 e 29,6 mil toneladas no ano passado. Nós criamos […] o Fies… O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) foi criado em 1999 pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e teve a lei sancionada pelo tucano dois anos depois. Lula, no entanto, fez mudanças no programa. Em 2010, reduziu pela metade os juros pagos pelos estudantes e determinou o fim da necessidade de fiador e a prorrogação do prazo de quitação de dívidas. Eu tava vendo um vídeo do Bozo esses dias, ele naquele vídeo que ele tá falando das meninas venezuelanas, ele fala textualmente: tenho que mentir, preciso mentir. O político tem que mentir. Neste trecho da entrevista, Lula afirma que, na entrevista ao canal Paparazzo Rubro-Negro, o presidente Jair Bolsonaro reconheceu que precisa mentir para governar e que incentivou que políticos mentissem para ganhar, mas isso não é verdade. Na ocasião, o mandatário disse que, por inúmeras vezes, foi aconselhado a mentir, mas que não teria seguido essa sugestão. O que disse Bolsonaro: “E eu lembro, usando essa passagem do João 8:32, quantas vezes nego chegava pra mim e falava: ‘Ó, falando a verdade, tu não vai chegar a lugar nenhum. Você tem que mentir, cara. Falar que vai criar 10 milhões de empregos, 50 milhões de casas populares. Vou triplicar o salário mínimo. Se não falar isso aí tu não vai chegar’. E a regra é mentir. Quem mente mais com alguma inteligência chega, e não estou falando nenhuma mentira aqui”. A entrevista repercutiu nas redes sociais devido a um comentário feito por Bolsonaro sobre meninas venezuelanas que estavam se arrumando em uma casa em São Sebastião (DF) que ele visitou “em abril de 2021”. Ao canal, o presidente disse que “pintou um clima” com as jovens e insinuou que elas se prostituíam. Na realidade, o local abrigava no dia um projeto social para ensinar técnicas de beleza às refugiadas. Esta não é a primeira vez que Lula distorce a fala de Bolsonaro. Nesta terça (18), o ex-presidente também fez menção ao caso em reunião com comunicadores: “Esses dias eu vi um vídeo dele [Bolsonaro] que está ligado àquele vídeo das meninas da Venezuela em que ele diz, textualmente, que é necessário mentir, é preciso mentir, porque se não mentir não ganha as eleições. Um cidadão que acha que para ganhar eleições tem que mentir, obviamente não vai conseguir governar do jeito honesto”, afirmou. Fonte: Blog do BG

Leia Mais

TSE manda Janones se manifestar sobre “máquina de fake news” contra Jair Bolsonaro 

O deputado federal André Janones integra campanha de Lula e tem usado mentiras para atacar o atual presidente da República Jair Messias Bolsonaro Benedito Gonçalves, ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e corregedor-geral da Justiça Eleitoral, deu três dias ao deputado federal André Janones (Avante) para que ele se manifeste sobre os motivos de usar fake news para atacar o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição. “Ante o exposto, determino a intimação do terceiro investigado, André Luís Gaspar Janones, pelo meio mais célere, para que, no prazo de 3 (três) dias, manifeste-se sobre a utilização de seus perfis no Twitter, Facebook (NASDAQ:META), Instagram, TikTok, YouTube e Kwai, bem como sobre o requerimento para que sejam removidos, sem prejuízo da apresentação de defesa após regular citação”, decidiu o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, Benedito Gonçalves. O ministro deu também cinco dias de prazo para que Lula e o candidato a vice, Geraldo Alckmin, se manifestem sobre a suposta prática de uso indevido dos meios de comunicação. Por esse motivo, o presidente quer cassar a chapa do adversário no julgamento final da ação, tornando-os inelegíveis por oito anos. A campanha de Bolsonaro entrou com recurso no tribunal para reclamar que Janones tem usado as redes sociais “para realizar deliberada e constante difusão de conteúdos falsos ou gravemente descontextualizados contra o candidato à reeleição Jair Messias Bolsonaro, com o propósito de favorecer a campanha dos demais investigados por meios sabidamente ilícitos”. O ministro acatou a petição da campanha de Bolsonaro, mas não decidiu imediatamente pela liminar.

Leia Mais

Esta gostando? Compartilhe

Mais Populares:

Quer ver mais conteúdos?

Assine Nossa Newsletter

E Fique Por Dentro De Tudo Que Acontece Em Uberlândia.

plugins premium WordPress

Olá, visitante